PTI promove atividades culturais em prol do desenvolvimento territorial

Promover o acesso da população à cultura é considerado como um dos fatores cruciais para o desenvolvimento de um território. Desde a formação de plateia e massa crítica, até a criação de empregos e inclusão social, especialmente entre jovens, esses aspectos compõem a missão da Agenda Cultural - uma iniciativa da Itaipu Binacional e Parque Tecnológico Itaipu (PTI), por meio do Programa de Educação e Cultura.

 

Para compor a Agenda, o Programa atua na captação de atividades culturais, como apresentações musicais, espetáculos de dança e de teatro, e viabiliza a divulgação dos eventos, incentivando a participação dos colaboradores das instituições realizadoras, da população de Foz do Iguaçu e municípios lindeiros. As ações também contam com o apoio da Fundação Cultural, Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila), e Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

 

“A agenda cultural é uma iniciativa do PTI para promover o desenvolvimento do território por meio da cultura”, afirma a gerente do Programa de Educação e Cultura do PTI, Jéssica de Lima. “Nós fazemos ações nas diversas linguagens artísticas com o intuito de trazer o público para conhecer as estruturas do Parque, e aproximá-los também das ações culturais que têm sido de difícil acesso para a população”, complementou.

 

Entre as ações realizadas recentemente pela Agenda, destaca-se o espetáculo “La Cena”, encenado pela conceituada companhia de dança G2, do Teatro Guaíra. A apresentação ocorreu no dia 20 de novembro, no Cineteatro dos Barrageiros do PTI, em parceria com a Fundação Cultural. Paralelo ao espetáculo, foi promovida uma oficina profissionalizante de iluminação e sonorização, ministrada por técnicos do Centro Cultural do Teatro Guaíra, entre os dias 20 e 23 de novembro. 

 

 

Programação

 

A programação da Agenda para o mês de dezembro inclui a realização de três grandes espetáculos, selecionados por um edital de participação, no Cineteatro dos Barrageiros do PTI. As apresentações têm classificação livre para todo o público.

 

No dia 7 de dezembro, o espetáculo musical “The Fairy Doll” conta a história de uma loja de bonecas que, ao anoitecer, se torna mágica e as bonecas ganham vida. Até que um menino é esquecido na loja e presencia tudo que ocorre lá dentro. O balé das bonecas conta com a apresentação de personagens como Bebê, Espanhola, Francesa, Chinesa, Japonesa, boneca do balão e a boneca fada, responsável por causar as mágicas e por quem o menino se apaixona. Realizado pela Escola Duodvant de Ballet Clássico de Foz do Iguaçu, o musical tem início às 20h, com duração de 2h.

Nos dias 12 e 13 de dezembro, o elenco da Companhia do Corpo – Centro de Artes, de Foz do Iguaçu, protagoniza o musical “A Família Addams”. No espetáculo, Wandinha Addams, a última princesa das trevas, cresceu e se apaixonou por um doce e esperto jovem de uma família responsável. E como se isso já não fosse preocupante o bastante, ela confidencia ao seu pai e implora para que ele não conte à sua mãe. Agora, Gomez Addams precisa fazer algo que nunca fez antes: guardar um segredo de sua amada esposa, Morticia. Tudo irá mudar para a família na fatídica noite em que eles oferecem um jantar para o namorado “normal” de Wandinha e seus pais. O evento está marcado para as 20h, com duração de 2h.

 


Espetáculo La Cena, do Teatro Guaíra, ocorreu em novembro. Foto: Marcos Labanca.

 

No dia 14 de dezembro, é a vez do espetáculo de dança e teatro “La Magie” trazer a magia do circo, juntamente com a elegância do balé clássico. Protagonizado também pela Companhia do Corpo – Centro de Artes, o conceito da obra envolve resgatar toda a alegria dos palhaços, acrobatas, contorcionistas, malabares, e sua grandiosidade de cores em quadros, aproximando o público de toda essa magia e promovendo uma mensagem de alegria para todos. A apresentação tem início às 20h, e 1h30 de duração.

 

No início de 2018 serão divulgadas as novas ações planejadas pelo Programa de Educação e Cultura do PTI. Dez pequenas ações, como oficinas, e sete grandes espetáculos estão previstos para serem realizados. “A intenção é despertar o interesse do público pela cultura e pelas diversas linguagens artísticas e, dessa forma, atingir nossa missão de promover o desenvolvimento do território por meio da cultura”, concluiu Jéssica.