Polo Astronômico do PTI divulga vencedores da 8ª Semana Casimiro Montenegro Filho

Foi divulgada a relação dos vencedores da 8ª edição da Semana Casimiro Montenegro Filho, promovida pelo Polo Astronômico do Parque Tecnológico Itaipu (PTI). Por meio de um concurso de desenhos e de histórias em quadrinhos, de palestras e de oficinas, promove-se a busca de conhecimentos sobre astronomia, despertando o interesse de crianças e adolescentes na temática. Os trabalhos deveriam ter a astronomia como tema central ou fazer alusão à Casimiro Montenegro Filho, aeronauta e professor cuja visão ampla e empreendedora impulsionou o incentivo à educação voltada para as ciências no Brasil.


Na categoria Desenho - Ensino Fundamental I (1º ao 5º ano), Carolina Oliveira de Freitas Souza, conquistou o primeiro lugar e Izabelle Vitória Campos de Souza ficou em segundo. Carolina e Izabelle são estudantes da Escola Municipal Ademar Marques Curvo (Vila São Sebastião – Foz do Iguaçu) e alunas da professora Suzana Aparecida de Paulo Geraldi. Esta categoria foi exclusiva para alunos da rede pública municipal de Foz do Iguaçu. Foram oito instituições e 52 trabalhos participantes. A premiação será no dia 24 de outubro, no PTI. As turmas dos estudantes premiados serão convidadas a participar de uma oficina de confecção e lançamento de foguetes.


As outras duas categorias tiveram como público-alvo os colégios estaduais ligados ao Núcleo Regional de Educação. No total, 32 instituições participaram (23 na categoria desenho e 9 na categoria história em quadrinhos). Na modalidade Desenho - Ensino Fundamental II (6º a 9º ano), Milka Gabriela Rodrigues ficou em primeiro lugar e Eloisa Ramos Ribeiro em segundo, ambas do Colégio Estadual Professor Flávio Warken (Vila C - Foz do Iguaçu), alunas das professoras Célia Ferreira Honório; Lúcia Celina Silverio e Eliete Ribeiro. Na categoria História em Quadrinhos (Ensino Médio), houve empate na avaliação inicial. Seguindo o regulamento do concurso, para o desempate a comissão usou a pontuação dos itens “Coerência” e “Adequação da narrativa-gráfica-visual”. O primeiro lugar ficou com Caroline Vitória Valerio dos Santos e o segundo lugar com Marcus Vinicius dos Santos, ambos do Colégio Estadual Costa e Silva (Jardim América - Foz do Iguaçu), alunos da professora Leandra Mara dos Santos.


“A semana contribui com a divulgação científica e a compreensão sobre o contexto tecnológico no Brasil. Para desenvolver os desenhos e quadrinhos, os alunos precisam estudar os temas propostos e ainda entender o que é a comunicação, por meio da arte e da literatura. E expressar uma ideia por meio destes instrumentos comprova que o aluno de fato assimilou o conhecimento”, avalia o coordenador do Polo, Janer Vilaça. É a primeira edição do concurso em que os premiados da categoria são alunos da mesma escola.

 

 

 

PREMIAÇÃO

O vencedor do concurso de desenhos receberá um binóculos e o segundo colocado recebe um kit de astronomia. Já o vencedor do concurso de quadrinhos receberá um telescópio refrator e o 2º lugar receberá um kit de astronomia. A premiação será realizada no dia 23 de outubro, no PTI, com palestra do youtuber Schwarza, do canal Poligonautas. Ele tem mais de 500 mil seguidores e seus vídeos possuem mais de 65 milhões de visualizações. No PTI, o professor falará sobre os benefícios da exploração espacial no dia a dia. A palestra é gratuita e aberta para todos os interessados. Inscrições em: https://webforms.pti.org.br/exploracaoespacial


 

1º lugar - Ensino Fundamental II (6º a 9º ano): Milka Gabriela C. Rodrigues - Colégio Estadual Professor Flávio Warken

 

1º lugar - Ensino Fundamental I (1º a 5º ano): Carolina Oliveira de Freitas Souza - Escola Municipal Ademar Marques Curvo

 

 

POLO ASTRONÔMICO

O Polo Astronômico do PTI caracteriza-se como um centro de ciências com foco na astronomia. Suas atividades visam a educação, a pesquisa e o turismo. Possui um planetário, observatório e estruturas externas que permitem a interação dos visitantes em atividades de ensino. Na área educacional, atua na formação de professores e alunos, promovendo a melhoria da qualidade de ensino e contribuindo com a construção de uma cultura científica regional, por meio de atividades de divulgação científica.